Estado não tem data para iniciar vacinação de adolescentes

Gaúchos entre 12 e 17 anos, sem comorbidades, devem receber a 1ª dose somente após conclusão dos maiores de idade

223
Foto: REUTERS / Dado Ruvic / Arquivo / OA

Ainda que o Ministério da Saúde tenha liberado a imunização de jovens entre 12 e 17 anos contra a Covid-19, no início da semana a Secretaria Estadual da Saúde (SES) não tinha data para iniciar a vacinação no Estado.

A expectativa é relativa à orientação oficial do Governo Federal e envio de doses da Pfizer, vacina indicada para esta faixa etária.

Segundo o Ministério da Saúde, adolescentes poderão ser vacinados apenas após a aplicação da 1ª dose na população com 18 anos ou mais – deve-se começar com jovens com doenças crônicas e depois passar àqueles sem comorbidades.

Em Alvorada e muitos outros municípios gaúchos, a vacinação de adolescentes com comorbidades já iniciou, graças a um acordo entre o Governo do Estado e Federal, devendo ser retomada assim que cheguem novas doses da Pfizer.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ao comentar a aplicação da 3ª dose em idosos acima dos 70 anos e imunossuprimidos, na semana que passou, orientou Estados e municípios a não avançarem em novas faixas etárias, havendo risco de faltarem doses.

Assim, a imunização de adolescentes sem doenças crônicas deve ocorrer de forma simultânea à aplicação da 3ª dose em idosos acima dos 70 anos e imunossuprimidos, que deve iniciar na segunda quinzena de setembro.

A Secretaria Estadual da Saúde afirma que a terceira dose começará a ser aplicada em cerca de 1 milhão de idosos e imunossuprimidos a partir de 15 de setembro, como estipula o Ministério da Saúde.