Estado passa a vacinar adolescentes de 17 anos e aplicar o reforço da vacina

3ª dose é também para idosos fora de lares e pessoas com baixa imunidade

244
Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini / Arquivo / OA

A Secretaria da Saúde anunciou a distribuição das vacinas Pfizer recebidas na segunda-feira (13) para aplicação em adolescentes de 17 anos sem comorbidades e para dose de reforço de idosos de 70 anos ou mais, não residentes de instituições e para pessoas com baixa imunidade.

A distribuição às 18 coordenadorias regionais de saúde (CRS) acontece na quarta-feira (15) e também haverá a distribuição de um quantitativo para municípios que ainda não completaram a primeira dose dos adultos maiores de 18 anos. No total, serão 296.010 doses de Pfizer divididas entre esses quatro grupos.

A decisão foi tomada pela gestão estadual da Saúde e representação das Secretarias Municipais de Saúde, em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), na tarde de segunda (13).

Adolescentes

Serão distribuídas vacinas para cerca de 50% da população de 17 anos em todo o Estado, ou seja, cerca de 76 mil doses. “Distribuiremos doses de vacinas para uma parte dos adolescentes de 17 anos saudáveis, mas lembramos que o grupo dos idosos e dos imunossuprimidos são os mais vulneráveis para as complicações da doença. Não podemos abrir a vacinação para os adolescentes e não focar em reforçar a imunidade desses dois grupos. É preciso que a vacinação dos adolescentes e dos mais vulneráveis seja simultânea”, afirmou a secretária adjunta da Saúde, Ana Costa.

Idosos

Cerca de 75 mil doses serão distribuídas para a dose de reforço de idosos de 70 anos ou mais. Para o idoso estar apto para receber a dose de reforço, é preciso que esteja com o esquema vacinal completo (recebido a 2ª dose ou dose única) há, no mínimo, seis meses, ou seja, para aqueles que terminaram o esquema vacinal até 11 de março.

Imunossuprimidos

Para as pessoas com neoplasias, doenças renais crônicas, transplantados e com outras doenças crônicas que baixam a imunidade, a quantidade a ser distribuída será de aproximadamente 50 mil doses. Quem está apto a receber a dose de reforço são aqueles que terminaram o esquema vacinal (receberam a segunda dose ou dose única) em, no mínimo, 28 dias.

Fonte: Ascom SES / Governo do Estado RS