Trabalhadores exigem mais segurança no dia-a-dia | Foto: Divulgação / OA

O expediente será apenas interno no Centro de Distribuição Domiciliar dos Correios, na rua José Lins do Rego, nesta quarta-feira (23). Em assembleia realizada na manhã de terça (23), os trabalhadores decidiram reagir à falta de resposta da empresa às suas demandas relacionadas à segurança.

Eles alegam que são muitos os problemas e precárias as condições de trabalho a que estão sendo submetidos, inclusive com constantes situações de violência. Há ainda a falta de pessoal, sobrecarga de trabalho, excesso de dobras e problemas estruturais. Também os exames periódicos, há mais de três anos não são realizados.

“Se a empresa mantiver a postura de descaso com as reivindicações, pode haver paralisação dos serviços”, diz a nota emitida pelo Sindicato dos Trabalhadores nos Correios no RS (Sintect-RS).

De acordo com o diretor de Assuntos Jurídicos do Sintect-RS, Rodrigo Alves, todos os trâmites para a paralisação já foram tomados, inclusive publicação de edital na imprensa.

“Vamos chamar a atenção da sociedade para a gravidade da situação, que além de colocar em risco a vida dos trabalhadores, também prejudica fortemente os serviços prestados à população. Vamos mostrar que os problemas que acontecem na entrega das correspondências não são culpa do carteiro, mas da empresa, que ignora estas questões e não toma qualquer providência para resolver os graves problemas da unidade”, diz Rodrigo.

Fonte: O Alvoradense