Durante os dias do feriado as ruas tendem a ficar vazias, o que facilita a ações de bandidos | Foto: Fernanda Escouto / Arquivo OA

O feriado de Carnaval é a oportunidade que a maioria da população tem para viajar rumo ao interior do estado ou em busca das praias.

O que é para ser um momento de festa e lazer, no entanto, pode se tornar em pesadelo se algumas medidas de segurança não forem tomadas antes de deixar a casa da cidade rumo à estrada.

A migração facilita o trabalho dos contraventores que desejam invadir as residências vazias, muitas vezes deixadas sem proteção alguma por vários dias seguidos. De acordo com o gerente operacional da empresa especializada em segurança Volpato, Cristiano Almeida, algumas medidas podem ser tomadas para garantir maior segurança ao patrimônio.

“Sempre é interessante contatar o serviço de segurança para revisar os sensores do sistema de alarme monitorado antes de viajar. Esta iniciativa permite uma manutenção eficaz do equipamento e a certeza de que tudo está funcionando da melhor forma”, considera o especialista.

Para quem não pode gastar, uma das principais recomendações é ceder à chave a um vizinho ou parente que possa ficar responsável pela casa. Esta iniciativa despista informações que poderiam ser usadas pelo interessado em furtar os bens.

“O responsável pode ligar as luzes durante a noite e desliga-las durante o dia, evitando que alguém saiba que a casa está desabitada. O mesmo para a correspondência, que não deve ficar ao alcance da vista de estranhos”, aponta Almeida.

Outra dica é verificar o posicionamento de cadeados e grades, tentando dificultar o acesso de ferramentas como a serra ou pé-de-cabra. O especialista adverte que também é interessante colocar um obstáculo como uma chapa metálica nas grades da garagem. “O objetivo é evitar que saibam ou não se o carro está estacionado na residência”, explica.

 

Impressão

Fonte: O Alvoradense