O objetivo é instalar mais brinquedos no local / Foto: Divulgação / OA

E seguem as atividades que envolvem e aproximam a comunidade do Algarve/Porto Verde junto à Praça do Porto Verde, localizada na avenida Zero Hora, ao lado do posto da Brigada Militar.

No domingo (26) a partir das 14 horas acontece a primeira Festa Junina Comunitária, com bancas de guloseimas e brincadeiras típicas e um parque inflável, além de outras atrações, como a apresentação da invernada artística do CTG Amaranto Pereira às 15h e Espetáculo de Mágica às 16h. O lucro da atividade será revertido na compra de mais brinquedos para a praça. Em caso de chuva o evento será transferido.

O espaço foi recentemente revitalizado pelos moradores, com o apoio de comerciantes locais. Além da limpeza e pintura dos equipamentos já existentes, há algumas semanas foram instalados novos brinquedos e a iluminação pública foi restabelecida graças à ação da Associação de Moradores Algarve/Porto Verde junto à Prefeitura.

Mas o projeto de ocupação e restauração do espaço surgiu em novembro do ano passado. Quem lembra é a moradora Jo Antoni, que junto das vizinhas Marinês e “dona” Solange, quiseram mudar aquele grande espaço, que estava tomado de mato e rodeado de lixo.

“Foi quando tivemos a ideia de unir forças e colocar a mão na massa”, conta. Ao saberem que a Associação de Moradores vinha trabalhando na revitalização das praças do bairro, marcaram reunião para trocar ideias, que resultou em uma grande parceria.

Para oficializar tal sociedade, a Associação disponibilizou um ofício, que as amigas apresentaram a vizinhos e comerciantes. “Saímos a pedir, literalmente, ajuda de porta em porta”, e muitos não acreditaram na iniciativa ou ainda tentavam as desestimular, sem sucesso, pois elas contavam, sobretudo, com o apoio da família, “o que ainda é fundamental”, ressalta Jo.

Enfim, conseguiram uma verba para adquirir os itens necessários para o início da revitalização, como tintas e outros materiais. Mas elas se entusiasmaram e foram adiante, com uma rifa que arrecadou parte do dinheiro para a aquisição dos brinquedos, sendo que o restante foi conquistado com uma campanha junto à Associação.

Finalmente, em 10 de junho, conseguiram realizar mais uma parte do projeto, com a instalação dos brinquedos. “Com o esforço de cada um provamos que é possível sim, transformar nosso bairro em um lugar habitável e harmônico”, comemora Jo.

Fonte: O Alvoradense