Foi condenada a mulher envolvida na morte de vizinho

84
Foto: Pixlr / Reprodução / OA

Uma mulher foi condenada a mais de nove anos de prisão por um crime ocorrido no final de tarde de 21 de dezembro de 2013, na rua Nossa Senhora Medianeira, bairro Aparecida.

Na ocasião os acusados atiraram contra a vítima, o atingindo com cinco disparos na região da boca, tórax e ombro. A motivação seria uma briga envolvendo a demarcação de terrenos vizinhos.

Conforme relatos, a ré, que seria dona de dois imóveis, vendeu um deles para o irmão da vítima, que, posteriormente, repassou para a vítima. Tempo depois, foi construído um muro, transgredindo a divisa com o terreno da acusada, que passou a fazer ameaças e no dia do homicídio chegou a afirmar que “ou o muro fica assim, ou vai dar em morte… derramamento de sangue”. Após, uma terceira pessoa executou o crime. Este foi morto neste período, tendo ido a júri somente a acusada.

Acusação

O Promotor de Justiça Marcelo Tubino Vieira, em Plenário, sustentou a tese de acusação, salientando que a mulher possui “extensos registros prévios” envolvendo briga com vizinhos e que, no caso concreto, contatou um homem conhecido pelo envolvimento com o tráfico de drogas, para a execução do crime.

Assim a acusada, com base em decisão pelo Conselho de Sentença, composto por sete cidadãos alvoradenses, foi condenada à pena de reclusão de nove anos e oito meses, a ser cumprida em regime fechado. Contudo, ela aguarda o julgamento de recurso em liberdade.