selo-01

O Alvoradense protocolou no dia 6 de agosto uma solicitação de acesso à informação na prefeitura. O resultado desta experiência será apresentado ao longo desta semana na série Transparência no Executivo. Serão quatro reportagens especiais sobre como é realizada a divulgação dos gastos públicos na cidade.

A primeira destas matérias traz à tona o resultado deste pedido: a lista dos Cargos em Comissão (CCs) do Poder Executivo com o valor do salário bruto de cada funcionário.

• SAIBA MAIS: Confira a lista nominal dos salários dos CCs

Apesar de solicitada, a indicação sobre o local onde cada comissionado atua não foi divulgada. Igualmente não foi informado o nome completo de todos os funcionários, apesar de ter sido realizada a solicitação. Na lista há um limite de caracteres que impede a leitura de todos os sobrenomes.

Nos dados que foram entregues pela prefeitura estão 288 nomes, divididos em 14 cargos. No topo estão o prefeito, Professor Serginho, e o vice-prefeito, Arlindo Slayfer. São eles quem possuem o maior salário da folha de pagamento. O prefeito recebe R$ 18.900,00 mensais e o vice R$ 12.500,00.

Abaixo deles estão os onze secretários municipais, que ganham cada um R$ 9.500,00 por mês.

Os cargos em comissão são divididos em cinco níveis, com subdivisões de funções em cada patamar. O valor do salário respeita a hierarquia desta divisão. A mais alta das remunerações, respectivo ao nível 1, é de R$ 3.641,78. Ao todo, 31 pessoas recebem este valor, sete delas como Assessor Especial e outras 24 como Diretor Geral.

O nível 2 possui salário bruto de R$ 2.276,13 e está dividido em três funções: Oficial G, onde duas pessoas estão lotadas, Diretor, com 60 nomeações, e Assessor, com quatro. No nível abaixo há 88 pessoas que recebem, por trabalhar como Coordenadores (78) e Assessores (10), R$ 1.138,37.

O penúltimo nível tem 46 funcionários com salário de R$ 937,49. O grupo é formado por Supervisores (13), Chefes de Unidade (12) e Chefes de Setor (21). Recebem o menor salário, de R$ 803,55, 44 Assessores Especiais, que integram o nível 5 dos cargos em comissão.

Com CCs, secretários municipais, prefeito e vice, a prefeitura gasta mensalmente R$ 582.438,06. Há, ainda, as Funções Gratificadas, exercidas por servidores efetivos da prefeitura, que não constam na relação solicitada.

A quantidade de cargos comissionados neste ano é praticamente a mesma de 2012. Segundo pesquisa divulgada em julho pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há um ano a prefeitura possuía 287 CCs, ou seja, um a menos do que agora.

Confira nesta terça-feira (8): Transparência em Alvorada esbarra na burocracia e na falta de capacitação.

Fonte: O Alvoradense