A Associação Comercial e Indústrial de Alvorada (Acial), através do programa Acial Qualifica, trouxe hoje o professor Silvio de Souza, coordenador do Núcleo de Educação Continuada da Faculdade São Marcos, para falar sobre gestão de estoques. Os eventos do programa acontecem na última quinta-feira de cada mês.

Partindo da definição e caracterização dos diferentes tipos de estoque, Souza conduziu a avaliação das necessidades das empresas com relação à manutenção de um estoque e o seu gerenciamento adequado. Estoques podem ser geradores de lucro e negócios, mas ao mesmo tempo podem representar custos para a empresa.

O professor destacou alguns exemplos para mostrar a importância desse item na administração de uma empresa: quanto maior o estoque, maior é o custo da apólice de seguro; as chances do estoque estragar é outro ponto que deve ser considerado. “Por isso, a necessidade da gestão de estoques”, afirma Souza. “Não basta controlar, é preciso gerenciar, pois o estoque bem gerido é um instrumento de competição no mercado”, alertou.

Os estoques são fruto de investimento da empresa, por isso merecem atenção. Mais uma vez, o planejamento é fundamental.  Gerenciar estoques é uma tarefa muito maior e mais complexa do que o controle dos materiais dentro de uma organização.

A evolução do mercado definiu novos modelos de produção, que levam em consideração uma mentalidade mais enxuta, cíclica e dinâmica. Um exemplo desse novo modelo são os condomínios industriais, nos quais o sistema modular de produção favorece a redução de estoques, e consequentemente, o capital investido. Gerenciar requer visão macro do negócio, representa a interligação dos setores de planejamento, produção, estoques, compras e logística, na busca da maximização da rentabilidade.

Para finalizar, o professor Silvio de Souza deixou uma mensagem para ser pensada dentro de cada empresa: “Material em descanso significa estoque. Em movimento, representa fluxo, e nesse caso, de capital.”

O próximo encontro acontecerá no dia 26 de julho, em parceria com o Sebrae.

 

Fonte: O Alvoradense