Foto: Jonathas Costa / Arquivo / OA

O Hospital de Alvorada está entre os que irão receber leitos de UTI Adulto com a compra e locação de equipamentos que serão enviados a hospitais e pronto atendimentos de diversos municípios gaúchos. Desta forma, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) irá garantir a abertura, nos próximos 15 dias, de 183 leitos adultos de terapia intensiva para atender pacientes Covid no Estado.

Em reunião com representantes do Governo Estadual ocorrida na manhã desta sexta-feira (12) a secretária Municipal de Saúde, Neusa Abruzzi, recebeu a notícia de que o Hospital de Alvorada deve receber de seis a 10 leitos de UTI Adulto até o final de março. A garantia partiu da coordenadora Ane Nantal, da 1ª Coordenadoria Regional de Saúde do Estado.

Além disso, outra ação que beneficia o município que hoje utiliza a estrutura de saúde da Capital foi o Governo do Estado ter solicitado ao Exército Brasileiro, um hospital de campanha para atender pacientes Covid-19, que começou a ser montado nesta sexta-feira (12) na zona sul de Porto Alegre, anexo ao Hospital Restinga.

Além da locação e aquisição com recursos do Estado, a SES irá contar com 10 respiradores doados pela empresa JBS e mais 50 anunciados pelo Ministério da Saúde esta semana.

Os novos leitos de UTI Covid irão qualificar ainda mais a rede SUS no Estado, já ampliada em 137% desde o início da pandemia – eram 933 leitos e agora são 2.214. Em dezembro do ano passado, o RS tinha expandido a rede de UTI SUS em quase mil leitos, passando a contar com 1.918 leitos. Nos três meses seguintes, até esta quinta-feira (11), foram abertos mais 296 leitos: 20 em janeiro; 131 em fevereiro; e 145 até o dia 11.

Em outra frente, a SES, em parceria com o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), implementou um instrumento para intensificar o empréstimo de respiradores, monitores e até de camas entre as instituições de saúde do Estado.

Hospital de campanha

O Exército Brasileiro começou a montar nesta sexta-feira (12) na zona sul de Porto Alegre, um complexo junto ao Hospital Restinga e Extremo-sul. O Hospital de Campanha do Exército conta com Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no total de oito leitos de UTI, além de 12 em enfermaria.

Vindo de Manaus, o módulo foi transportado em avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que pousou esta madrugada na Base Aérea de Canoas. “O hospital de campanha do Exército é único. É preparado para combate e para situações de calamidade. É diferente de todos os outros em sua estrutura”, afirmou a comandante do Hospital de Campanha do Exército, coronel Ocilene Vargas.

Conforme nota do Comando Militar do Sul, “a montagem dessa instalação militar tem por finalidade atender prontamente à solicitação do governo do Estado do Rio Grande do Sul por mais leitos hospitalares destinados a pacientes com Covid-19”.

Fonte: Governo do Estado

- PUBLICIDADE -