Perícia encontrou vestígios de onze disparos realizados dentro do aeroporto | Foto: IGPRS / Divulgação / OA

Um jovem foi morto a tiros no saguão do terminal 2 do Aeroporto Internacional Salgo Filho, em Porto Alegre, no final da manhã desta segunda-feira (19). Foram 11 tiros disparados em frente ao portão de embarque.

No momento do tiroteio, o novo técnico do Grêmio Renato Portaluppi desembarcava no mesmo terminal, a cerca de 100 metros de distância da cena do crime. Cerca de 50 torcedores aguardavam o desembarque. A imprensa também estava no local para cobrir a chegada de Renato.

A vítima era Marlon Roldão, que fazia 18 anos hoje. A informação foi repassada pelo pai do jovem, que estava com ele no aeroporto no momento do crime e suspeita de motivação passional. Outros familiares e amigos do jovem se despediam dele minutos antes do embarque, quando houve a execução.

Funcionários da Polícia Federal isolaram a área e evacuaram o terminal. Houve correria no momento do tiroteio. A Brigada Militar e Polícia Civil também foram para o local.

Testemunhas relataram que os autores dos disparos seriam dois homens que fugiram em um Cobalt prata. O carro foi localizado abandonado por volta das 12h em uma rua próxima ao aeroporto.

As operações do terminal 2 do aeroporto, onde operam as companhias Azul e Trip, chegaram a ser suspensas nesta manhã, mas foram retomadas no início da tarde.

Corpo, caído em frente ao portão de embarque, foi coberto até a chegada da perícia | Foto: BM / Divulgação / OA
Corpo, caído em frente ao portão de embarque, foi coberto até a chegada da perícia | Foto: BM / Divulgação / OA

Fonte: O Alvoradense