Um caso inusitado chamou a atenção da polícia na última semana. Na noite da quarta-feira, dia 27, um homem se apresentou na sede do 24º Batalhão da Polícia Militar, no Centro, informando ser foragido da Justiça. De acordo com o boletim de ocorrência, se tratava de Juliano Rodrigues da Veiga, de 32 anos.

Em um primeiro momento, a identificação foi confirmada pela fotografia. Na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Alvorada, um telefonema mudou os rumos da prisão. Ao ligar para a casa da mãe do homem, a Polícia Civil foi informada que o verdadeiro procurado pela Justiça estava em casa, dormindo, e que quem havia se entregado era Juliano, irmão gêmeo de Adriano Rodrigues da Veiga.

Conforme a polícia, o irmão se entregou no lugar de Adriano para poder ir para o Instituto Psiquiátrico Forense (IPF). Segundo a rádio Gaúcha, Juliano teria passado um período no instituto e gostado de lá, por isso queria voltar.

Quando os policiais foram levar Juliano na casa onde morava, na Vila Americana, encontraram Adriano e o prenderam. Ele foi encaminhado à delegacia. O foragido tem antecedentes por roubo e ameaça.

As informações são do Portal Terra.

Fonte: O Alvoradense