Os dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública, nesta terça-feira, revelaram que de modo geral a violência cresceu no Rio Grande do Sul em 2012. Em todo o estado o índice de homicídios subiu 17,4%.

A situação, no entanto, é especialmente preocupante em Alvorada, onde o mesmo indicador apresentou alta de 52,8%. Enquanto 87 pessoas haviam sido mortas ao longo de 2011, no ano seguinte 133 homicídios foram registrados na cidade.

A alta na violência em Alvorada tem forte relação com as drogas. Além do aumento no número de homicídios, considerado pela Brigada Militar fortemente relacionado ao tráfico, o número de prisões por posse de entorpecentes subiu 82,8%, passando de 490 para 896. O índice coloca a cidade na segunda posição em número dessa ocorrência em todo o estado, atrás apenas de Porto Alegre.

Outro indicador que apresentou forte alta no período foi a própria ocorrência de tráfico de drogas. Dos 207 casos registrados em 2011, foi para 228 em 2012, uma alta de 10,1%.

Em ambos os casos o índice gaúcho foi menor do que o alvoradense, ainda que também tenha registrado alta, de 15,6% e 7%, respectivamente.

A apreensão de armas e munições também subiram. Em Alvorada o aumento foi de 35%, enquanto no estado 9,8%.

Já os casos de estelionato, que no estado reduziu 11,6%, na cidade houve crescimento de 17,5%.

Os únicos três indicadores que apresentaram baixa na cidade foram o furto, o furto de veículos e o roubo. Destes três, os últimos dois foram os únicos casos onde houve redução no número destas ocorrências enquanto o estado registrou alta.

Indices

Fonte: O Alvoradense