IBGE lança edital de contratação para o Censo 2022

No total, são 205 vagas temporárias para Alvorada

331
Foto: Divulgação / Arquivo / OA

O IBGE publicou editais de contratação temporária para o trabalho na organização e coleta do Censo Demográfico 2022 em todo o país.

Em todo o país são oferecidas 183.021 vagas para recenseador, 18.420 para agente censitário supervisor (ACS), 5.450 para agente censitário municipal (ACM), 1.781 para agente censitário de administração e informática (ACAI) e 31 para coordenador censitário de área (CCA) em mais de cinco mil municípios.

No Rio Grande do Sul são 11.232 recenseadores, 1.074 para ACS, 366 para ACM e 117 para ACAI, sendo 205 dessas vagas para Alvorada.

Inscrições

Para concorrer ao cargo de recenseador, o candidato deve ter Ensino Fundamental completo, e para ACM/ACS ou ACAI, Ensino Médio concluído. No ato da inscrição, o candidato poderá escolher a área de trabalho e em qual cidade realizará a prova. A taxa de inscrição, que oscila entre R$ 60,50 e R$ 44, poderá ser paga pela Internet ou fisicamente em qualquer banco ou casa lotérica. O candidato que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) poderá obter isenção de pagamento da taxa de inscrição.

Estão abertas as inscrições para ACM/ACS e recenseador até 29 de dezembro no site da Fundação Getúlio Vargas. Já para ACAI se estendem até o dia 10 de janeiro, no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Provas

As provas serão realizadas no dia 27 de março para ACM/ACS e recenseadores, mas em turnos diferentes, o que permite ao candidato participar dos dois processos seletivos. Para ACAI as provas serão no dia 20 de fevereiro.

Recenseadores

Os recenseadores visitarão as casas, entrevistando seus moradores, e serão remunerados por produtividade, de acordo com a quantidade de residências visitadas e pessoas recenseadas, considerando ainda a taxa de remuneração de cada setor censitário, o tipo de questionário preenchido (básico ou amostra) e o registro no controle da coleta de dados. O IBGE disponibiliza um simulador para que os interessados possam estimar quanto irão receber.

As vagas são temporárias e têm duração prevista de três meses para a função de recenseador e de cinco meses para ACM/ACS e ACAI, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária.