Dados do governo do estado indicam que cinco pessoas foram assassinadas por dia no Estado. No primeiro trimestre de 2012, foram 81 homicídios a mais do que no ano passado, um aumento de 19% nas mortes. Os indicadores mostram que em março foram 163 homicídios registrados, contra 137 do mesmo período em 2011. Desses, 35 ocorreram em Porto Alegre, campeã nos índices, abrangendo 21,4% do total de homicídios do estado. Estudo feito pelo Instituto Sangari revela que o estado é o 23º no ranking nacional de homicídios. Já a capital gaúcha ocupa a 16° posição.
Na terceira posição do ranking está Alvorada, com 29 casos no período de janeiro a março de 2012. A estatística revela um aumento de 12 ocorrências de assassinatos, em comparação ao mesmo período do ano passado. Um levantamento feito pelo governo diagnosticou o perfil das vítimas, dos assassinos e dos horários que concentram esse tipo de crime. Mais de 80% das vitimas é do sexo masculino; destes, 73% tinha antecedentes criminais.

Assessor de comunicação do 24° BPM, o sargento Valdez explica que os índices de violência divulgados estão diretamente relacionados ao tráfico de entorpecentes. Somente nesse trimestre, foram apreendidas pela Brigada quase duas mil pedras de crack. Segundo o sargento, ações específicas são realizadas para redução da violência no município. “Estamos fazendo um trabalho específico para redução de homicídios, com o apoio do Pelotão de Operações Especiais (POE), da polícia de Porto Alegre. Somente nesse ano, já recolhemos mais de 40 armas e recapturamos 41 foragidos da justiça”, enfatizou.

A Brigada Militar garante também que monitora os locais mais violentos em Alvorada, que no ano passado ocupava a posição de número 224 no mapa dos índices de violência do país. De acordo com o 24° BPM, os pontos que lideram os índices pertencem aos bairros Umbu, Intersul e 11 de Abril. O levantamento da Secretaria de Segurança revela também que o número de roubo de veículos fechou o trimestre com redução no Estado, mas em Alvorada os índices tiveram um aumento de 14%. Só no mês de março, os roubos tiveram aumento de 37,5%; foram 35 veículos roubados.

Na contagem mensal, março fechou com 35 roubos nesse ano. Conforme a polícia militar do município, a região com mais incidências de roubo de veículos é na entrada da cidade, próximo ao hipermercado Big. De acordo com o sargento Valdez, a Brigada atua fortemente nas regiões onde os índices de roubos são maiores, e que o mapeamento está dando resultados. A estratégia para impedir os avanços de violência, segundo a SSP, é a criação de dele-gacias especializadas. Porto Alegre e Canoas deverão ganhar novas DPs de Homicídios nos próximos meses.

 

Fonte: Aline Vaz / O Alvoradense