Inflação oficial teve a maior alta do país em Porto Alegre |Foto Marcello Casal Jr / Agência Brasil
Inflação oficial teve a maior alta do país em Porto Alegre |Foto Marcello Casal Jr / Agência Brasil

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 1,32% no último mês de março. Em fevereiro, a taxa estava em 1,22%. No mesmo período de 2014, ficou em 0,92%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O IPCA acumula taxas de 3,83% de janeiro a março de 2015. Nos últimos 12 meses, o aumento foi de 8,13%. O setor com maior impacto da inflação foi o da energia elétrica, com alta de 22,08%, que representa mais de 50% do índice geral.

A inflação média anual do governo de Dilma Rousseff é maior do que a de Lula. A média do aumento de preços da gestão anterior, de 2003 a 2010, foi de 5,8%. O governo de Fernando Henrique Cardoso (FHC), no período de 1995 a 2002, teve aumento médio de 9,1% ao ano.

Porto Alegre teve o maior índice na análise regional, 1,81%. O dado é resultado das altas da energia elétrica e ônibus urbano na cidade. As cidades de Recife, capital de Pernambuco, e Belém, capital do Pará, apresentaram os menores índices do país.

Sobre o IPCA
O IPCA, criado com o objetivo de oferecer a variação dos preços no comércio para o público final, reflete o custo de vida de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos, residentes nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Distrito Federal e Goiânia. O governo usa o IPCA como referência para verificar se a meta estabelecida para a inflação está sendo cumprida.

Fonte: O Alvoradense