Iniciada obra para conexão de mais imóveis à rede de esgoto

Ação evitará o despejo de 167 piscinas olímpicas de água não tratada no meio ambiente

154
Foto: Divulgação / Corsan / Arquivo / OA

Começaram na segunda-feira (28), em Viamão, a instalação de 1,5 mil ramais de ligação e terminais de inspeção e limpeza (TIL), estrutura necessária para conectar o sistema intradomiciliar – que é de responsabilidade do proprietário do imóvel – à rede pública de esgoto, que segue para a estação de tratamento. Para Alvorada, a previsão é de que a implantação de 2,5 mil terminais inicie ainda em março.

Com essas intervenções, a Ambiental Metrosul deixa a estrutura pronta para que o proprietário do imóvel, ao receber a notificação da Corsan, faça a conexão no prazo de 120 dias. Passado esse período, será cobrada a taxa de disponibilidade (quando o usuário dispõe de rede coletora de esgoto, mas não tem sua residência conectada. Por isso, quanto antes a ligação à rede for feita, maiores serão os descontos na conta, e maiores os benefícios à saúde da população e ao meio ambiente.

Até o final de 2022, quando está prevista a conclusão total das obras, mais de 22 mil pessoas serão atendidas nos dois municípios. Com as quatro mil ligações à rede sendo executas, o equivalente a 167 piscinas olímpicas de esgoto doméstico deixarão de ser despejadas no meio ambiente por ano, contribuindo com a preservação dos mananciais locais.

Para minimizar os transtornos, uma vez que as intervenções serão realizadas nas calçadas e trechos das vias, as equipes da Ambiental Metrosul executarão os trabalhos por segmentos, evitando o bloqueio nesses trechos pelo menor tempo possível. A empresa ressalta, ainda, que atuará com comunicação e sinalização ostensiva, informando os usuários sobre os serviços e seus benefícios.

Tratamento de esgoto

Quando o imóvel está ligado à rede de coleta e tratamento de esgoto, toda água utilizada nas atividades cotidianas como lavar as mãos, tomar banho, utilizar a descarga do vaso sanitário, etc, desce pela rede interna da casa, segue pelas tubulações na rua e é direcionada às estações de tratamento. Nesses locais, passa por diversos processos que garantem a retirada dos poluentes de forma eficaz. Esse processo é fundamental para garantir que o esgoto doméstico retorne à natureza em condições adequadas.

Fonte: Comunicação Ambiental Metrosul