Foto: Ilustração / OA

Proprietários de veículos podem pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2021 sem sair de casa. Além das agencias e pontos de atendimento, também é possível realizar a quitação via home banking (Internet) dos bancos Banrisul, Bradesco, Sicredi e Santander. Também é possível fazer o pagamento no Banco do Brasil, mas somente para clientes, ou nas agências lotéricas da Caixa, apenas presencial.

Para o pagamento é preciso apresentar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) ou informar a placa e o Renavam do veículo.

Para os que quitarem o IPVA 2021 em janeiro, os descontos são de até 22,4%: 3% pela antecipação do pagamento e mais os descontos de Bom Motorista, máximo de 15% para três anos sem infrações de trânsito e Bom Cidadão, máximo de 5% para quem tiver 150 notas fiscais ou mais com CPF.

Já a taxa de licenciamento e multas podem ser pagas separadamente do IPVA, mas o proprietário deve estar atento às datas de vencimento de cada uma.

Os dados relativos ao veículo como o valor do IPVA, multa e pendências podem ser acessados no site www.ipva.rs.gov.br ou por meio do aplicativo do tributo (IPVA RS) disponível para dispositivos móveis.

Parcelamento

Outra possibilidade de pagamento é o parcelamento em três vezes com desconto, com primeira parcela sendo paga até 29 de janeiro, com 3% de desconto, a segunda em fevereiro, até o dia 26 com redução de 2%, e por último em março, até o dia 31, com desconto de 1%.

Se tiverem direito, os proprietários que optarem pelo parcelamento podem obter os descontos de Bom Motorista e Bom Cidadão.

A opção de parcelamento não está disponível nas agências lotéricas, sendo possível apenas nos sistemas dos bancos credenciados.

Bom Motorista

Os descontos para bons motoristas variam em três faixas, conforme o período sem infrações cometidas no trânsito. Para os condutores que não tiveram registro de infrações nos sistemas de informações do Estado entre 1º de novembro de 2017 e 31 de outubro de 2020, a redução é de 15%.

Quem não teve multa depois de 1º de novembro de 2018 recebe desconto de 10% e, depois de 1° de novembro de 2019, tem direito a benefício de 5%.

Bom Cidadão

Também em três faixas, a redução no valor do IPVA pelo desconto do Bom Cidadão resulta da participação no programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG) e a solicitação de CPF nas notas fiscais na hora da compra.

O desconto máximo de 5% beneficia quem tiver 150 notas ou mais; de 3%, entre 100 e 149 notas e de 1%, entre 51 e 99 documentos fiscais registrados.