Defesa civil auxilia desalojados em enchente de Esteio | Foto: Divulgação/Defesa Civil / Especial OA
Defesa civil auxilia desalojados em enchente de Esteio | Foto: Divulgação / Defesa Civil / Especial OA

De acordo com balanço divulgado pela Defesa Civil na manhã desta terça-feira (27), as vitimas de enchentes no Rio Grande do Sul já chegam a 8.136 pessoas. Destas, pelo menos 2.706 estão desabrigadas (sem moradia) e 5.428 desalojadas (em casas de parentes e amigos).

As chuvas atingiram 29 municípios e provocaram cheias em pelo menos 11 rios.

Há registros de uma pessoa desaparecida e uma ferida, ambas em São Francisco de Paula, na Serra. A cidade de Montenegro, no Vale do Caí registrou uma morte.

A quantidade de deslizamentos de encostas também agrava a situação. No Vale do Sinos 12 casas foram atingidas em Igrejinha e uma em Taquara.

Uma residência foi atingida pela queda de um muro em Santo Antônio da Patrulha, na Região Metropolitana.

No Vale do Cai, os deslizamentos afetaram 23 casas em Vale Real e outras três em Salvador do Sul.

Pelo menos 40 residências foram afetadas pelas enxurradas ate o momento no Estado.

Municípios atingidos:
Arroio do Meio
Bento Gonçalves
Bom Retiro do Sul
Canoas
Colinas
Cotiporã
Cruzeiro do Sul
Eldorado do Sul
Encantado
Esteio
Estrela
Gravataí
Igrejinha
Lajeado
Montenegro
Novo Hamburgo
Parobé
Porto Alegre
Salvador do Sul
Santa Cruz do Sul
Santo Antônio da Patrulha
São Francisco de Paula
São Jerônimo
São Leopoldo
São Sebastião do Cai
Taquara
Taquari
Vale Real
Venâncio Aires

Cheia dos rios:
Antas
Arroio Feijó
Arroio Pampa
Arroio Sapucaia
Caí
Gravataí
Jacuí
Paranhana
Santa Clara
Sinos
Taquari

Fonte: O Alvoradense / Com informações do Correio do Povo