Classe médica faz protestos em todo o país contra proposta do governo, mas programa tem aprovação da população, segundo pesquisa | Foto: Valter Campanato/ABr/OA
Classe médica faz protestos em todo o país contra proposta do governo, mas programa tem aprovação da população, segundo pesquisa | Foto: Valter Campanato/ABr/OA

A maioria da população brasileira é favorável à contratação de médicos estrangeiros por meio do Programa Mais Médicos. Pesquisa divulgada hoje (10) pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) revela que 73,9% dos entrevistados apoiam o programa.

Os dados revelam que 49,6% dos entrevistados acreditam que o programa solucionará problemas graves relacionados à saúde no país. Para 34,7% dos entrevistados, o serviço vai melhorar nos próximos seis meses.

A pesquisa da CNT aponta que os índices de aprovação do Programa Mais Médicos contribuíram para a recuperação da popularidade da presidenta Dilma Rousseff e do governo que, em julho, tiveram índices mais baixos.

Nesta edição, foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 135 municípios de 21 estados, entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro.

Alvorada sem médicos
Na primeira lista divulgada pelo Ministério da Saúde, a cidade contava com três profissionais selecionados. Problemas na inscrição, no entanto, fizeram a lista encolher em todo o país, e dos 107 pré-selecionados para trabalhar em cidades do Rio Grande do Sul, apenas 47 permaneceram, deixando Alvorada de fora da lista.

Após idas e vindas, a cidade terminou a primeira etapa do programa Mais Médicos com apenas um profissional contratado. Ao se apresentar para trabalhar, no entanto, o médico se negou a fazer as 40 horas semanais, divididas em 8 horas diárias de segunda à sexta-feira, conforme determina o programa. Ele acabou desistindo da vaga.

Fonte: O Alvoradense / Com informações da Agência Brasil