Protesto contra a nomeação do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil, em frente ao Palácio do Planalto Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasill / OA

Manifestações contra o governo da presidente Dilma Rousseff à nomeação do ex-presidente Lula como chefe da Casa Civil e o PT acontecem nesta quarta-feira (16) em ao menos 15 estados do país (AL, AM, CE, ES, GO, MT, MS, MG, PA, PR, PE, RJ, RS, SC, SP) e no Distrito Federal.

Até o início da noite os protestos eram pacíficos, com poucos incidentes isolados. Grande parte dos manifestantes veste verde e amarelo e leva cartazes contra o Lula, o governo federal e o PT. Houve registros de ‘panelaços’ e ‘buzinaços’ em várias cidades do país.

[wp-svg-icons icon=”file-4″ wrap=”b” color=”#dd9933″] Moro retira sigilo da Lava Jato e divulga grampo de Lula e Dilma

Em Porto Alegre, no início da noite cerca de 1,8 mil pessoas se concentraram nas imediações do Parcão, onde realizaram bloqueios parciais. Por volta das 22h, já em número bem maior, os manifestantes iniciaram uma caminhada em direção ao Centro da Capital.

Em Brasília, manifestantes protestaram fechando todas as faixas do Eixo Monumental, em frente ao Palácio do Planalto. Cerca de 5,5 mil pessoas estavam no local por volta das 21h10min, segundo a Polícia Militar. Os organizadores disseram que 6 mil participavam do ato.

Por volta das 18h15min, a PM chegou a disparar gás de pimenta para evitar confronto entre o grupo e partipantes de um ato em favor do petista. Um homem foi preso suspeito de explodir uma bomba caseira próximo à sede do Executivo.

Fonte: O Alvoradense