Manifestantes bloquearam a entrada da cidade e a manhã foi com trânsito congestionado em Alvorada | Foto: Jonathas Costa
Manifestantes bloquearam entrada da cidade e manhã teve trânsito congestionado | Foto: Jonathas Costa

O dia de manifestação em Porto Alegre teve reflexo em Alvorada. Manifestantes da Capital bloquearam a entrada da cidade com faixas contra o governador José Ivo Sartori e o prefeito José Fortunatti desde às 7h. Por cerca de duas horas os veículos não conseguiram entrar ou sair de Alvorada.

Não havia nenhum ato marcado para a cidade. Na última quarta-feira (27) o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Alvorada, José Luiz Araújo, afirmou que o transporte coletivo, assim como todos os outros serviços, iria funcionar normalmente. O ato, todavia, foi organizado pelos moradores de Porto Alegre.

Confira como foi a cobertura ao vivo da manhã de protesto
• Veja a galeria de fotos do bloqueio na entrada da cidade

Integrantes do Fórum das Ocupações Urbanas da região Metropolitana estiveram presentes na manifestação. Eles afirmam que o prefeito Fortunatti quer barrar o projeto das Áreas de Interesse Social na Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Além disso, as manifestações se formaram como protesto contra a lei da terceirização e as medidas provisórias 664 e 665, que tratam do direito dos trabalhadores.

A ponte de Alvorada foi um ponto estratégico para a manifestação. O local tem grande fluxo de carros diariamente. A zona Norte foi um dos focos dos protestos. A avenida Assis Brasil também contou com bloqueios e, inclusive, queima de pneus na via.

Centenas de manifestantes saíram da entrada da cidade por volta das 9h30min. Eles liberaram a passagem para os veículos e seguiram a pé pelo corredor de ônibus da avenida Baltazar. O trânsito voltou a normalidade próximo das 10h. Segundo a Brigada Militar, os manifestantes sinalizaram que não voltarão a bloquear a entrada de Alvorada nesta sexta-feira (29).

Em Porto Alegre, o Trensurb não funcionou ao longo da manhã. Os ônibus, entretanto, saíram das garagens às 8h30min, após bloqueios realizados por sindicalistas. Outros serviços pontuais optaram por não abrir, como o TudoFácil, no Centro de Porto Alegre, e as agencias bancárias.

Em Alvorada, o comércio e setor de serviços funciona normalmente. O transporte público também opera sem interrupções. Em função dos protestos em Porto Alegre, a tabela horária das linhas intermunicipais acaba afetada.

Fonte: O Alvoradense