Greve em Porto Alegre atinge um milhão de usuários | Foto: Ricardo Giusti/PMPA/OA
Greve em Porto Alegre atinge um milhão de usuários | Foto: Ricardo Giusti/PMPA/OA

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) de Porto Alegre anunciou no final da manhã desta segunda-feira (27) que os ônibus da Região Metropolitana (RM) estariam liberados para pegar passageiros dentro de Porto Alegre, durante a greve dos rodoviários da Capital.

A medida emergencial afetaria todas as empresas da Região Metropolitana, entre elas a Soul. A Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan), no entanto, suspendeu a medida poucos horas depois do anuncio.

Segundo a assessoria de imprensa da Soul, a empresa acatou a decisão da Metroplan e não embarcará passageiros de Porto Alegre, já que o responsável pelo setor é o órgão estadual e não a EPTC. O gerente de operações da empresa esteve na Capital e participou do encontro.

O recuou da Metroplan se deu após a repercussão negativa entre os rodoviários em greve. Segundo o presidente da Força Sindical, Cláudio Janta, a categoria ameaça uma paralisação total do serviço, tanto em Porto Alegre quanto na Região Metropolitana, caso os veículos das demais empresas passem a auxiliar no transporte da Capital.

Janta considera a situação uma queda de braço entre empresários e empregados. A categoria afirma que só retorna ao trabalho em duas hipóteses: ou o sindicato patronal retoma mas negociações ou libera as catracas.

Sem acordo, a greve segue por tempo indeterminado. 

Fonte: O Alvoradense