O Ministério Público do Rio Grande do Sul está coletando dados preliminares sobre o projeto de construção do shopping Praça Alvorada Center, na divisa com Porto Alegre, para verificar se há indícios de irregularidades relacionadas às questões urbanísticas.

Localizado muito próximo ao Arroio Feijó, o futuro empreendimento poderá trazer grande impacto à qualidade de vida dos moradores das áreas próximas, afirma a Federação Gaúcha das Associações de Moradores (Fegam RS).  “Por isso, a preocupação com a contrapartida para essas populações que sofrerão o impacto do investimento”, destacou o presidente da Federação, Wilson Valério Lopes.

O promotor de Justiça de Habitação e Urbanismo de Porto Alegre Luciano de Faria Brasil recebeu representantes da Prefeitura de Porto Alegre e da Fegam RS, além do vereador Comasseto para uma reunião.  Convidada para o encontro, a Prefeitura de Alvorada não enviou representantes.

Conforme Luciano Brasil, a Promotoria está coletando dados nos dois municípios envolvidos no empreendimento. Na ocasião, foi determinada a realização de levantamento fotográfico de identificação dos locais e, após, serão solicitadas novas informações às Prefeituras.

Fonte: O Alvoradense