De volta a Alvorada, ela observava as águas do Feijó, na esperança de voltar logo para casa  | Foto: Jonathas Costa
De volta a Alvorada, ela observava as águas do Feijó, na esperança de voltar logo para casa | Foto: Jonathas Costa

A enchente do Arroio Feijó, que neste a madrugada desta segunda-feira (20) transbordou e deixou praticamente ilhado o bairro Americana, também isolou a ponte da Nova Gleba.

Com a forte correnteza no local, moradores fecharam o cesso a ponte.

Na tentativa de fugir das cheias que a atingiam a cada inverno, Maria do Carmo, 54 anos, abandonou a beira do arroio no bairro Umbu, ano passado, e se mudou para a ocupação Dois Irmãos, na Nova Gleba, em Porto Alegre.

• ASSINE: Receba a edição impressa do jornal O Alvoradense em casa

Contudo, essa que parece ser a maior cheia que a região já viveu, chegou novamente na sua vida. Nesta segunda-feira acordou com água dentro de casa.

Ela e a filha tiveram que sair pela janela e, na margem alvoradense do Feijó, passaram boa parte da manhã vendo o que acontecia, observando o arroio encher cada vez mais.

• FOTOS: Enchentes atingem cerca de seis mil pessoas em Alvorada
• DOAÇÕES: Desabrigados necessitam de colchões e alimentos

Fonte: O Alvoradense