Água já está na metade dos muros na rua Anita Garibaldi | Foto: Edmaicon Bonho/Especial OA
Água já está na metade dos muros na rua Anita Garibaldi | Foto: Edmaicon Bonho/Especial OA

Após uma enchente histórica em 2012, a previsão dos moradores do bairro Americana é de que neste ano a situação pode ser ainda mais grave.

• FOTOS: Veja imagens do 2º dia de cheia

O parecer nada otimista tem justificativa. Em apenas um dia a água subiu muito na região. Somente na rua Anita Garibaldi um quarteirão inteiro, que na manhã do domingo (25) estava seco, amanheceu coberto pela água nesta segunda-feira (26).

O mesmo ocorre na rua Vasco da Gama e toda a região que margeia o Arroio Feijó. Equipes da prefeitura, da Brigada Militar e da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) vistoriaram a área ao longo da manhã.

Com a água ultrapassando a altura das tomadas de energia elétrica, o próximo passo será cortar a fornecimento de luz na região. Um problema que os moradores conhecem bem. No ano passado as casas ficaram no escuro por mais de 15 dias.

Em algumas ruas o trânsito é feito por barcos, um dos acessórios básicos para quem vive na região há anos. Apesar da água ser contaminada, alguns moradores se arriscam ao caminhar pelo local de chinelos.

Certos de que o drama está ainda no início, moradores – em sua maioria indignados com a repetição do problema, trabalharam ao longo desta manhã para levantar móveis e eletrodomésticos do chão. Roupas e alimentos são transportados para casas de vizinhos e parentes que ainda estão na parte seca do bairro.

Subida repentina da água deixou carro parcialmente submerso | Foto: Edmaicon Bonho/Especial OA
Subida repentina da água deixou carro parcialmente submerso | Foto: Edmaicon Bonho/Especial OA

Fonte: Jonathas Costa / O Alvoradense