Situação da via é crítica e se torna perigosa mesmo para quem transita de moto | Foto: Claudia Ibarreta / OA
Situação da via é crítica e se torna perigosa mesmo para quem transita de moto | Foto: Claudia Ibarreta / OA

Moradores do entorno da estrada Frederico Dihl tem realizado insistentes reclamações sobre as más condições da via, retalhada por buracos em quase toda a extensão.

A situação se agravou depois das chuvas que castigaram a cidade no final de agosto, inviabilizando o tráfego em alguns pontos.

 FOTOS: Veja imagens enviadas pelos leitores

De acordo com o relatado pelos internautas d’O Alvoradense, mesmo de moto é difícil transitar pelo local, que em determinados pontos chega a ter buracos de um metro de largura. 

Prefeitura antecipou trabalho de recapeamento
Segundo a Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura (CCS), a demora pelo inicio das obras de recuperação se deu devido ao processo licitatório para escolha da empresa que realizaria os trabalhos.

Vencida esta etapa, o tempo ajudou e foi possível iniciar os trabalhos nesta quinta-feira (26). O processo de recomposição do pavimento com asfalto quente deve ocorrer no inicio da próxima semana.

Fonte: O Alvoradense