Estudantes já não passam mais risco de acidente com o buraco, agora tapado | Foto: Jonathas Costa
Estudantes já não passam mais risco de acidente com o buraco, agora tapado | Foto: Guilherme Bastos/ Especial / OA

Um buraco há muito incomodava a comunidade no bairro Maringá. Após meses convivendo com o problema, a prefeitura de Alvorada ajeitou a rua nesta segunda-feira (17). Reportagem d’O Alvoradense no sábado (15) mostrou a situação das pessoas que passavam diariamente pelo buraco:

Moradores e comerciantes da rua Bandeirantes e a comunidade da Escola Municipal Alfredo José Justo, no bairro Maringá, há meses enfrentavam dificuldade em circular pela calçada nas proximidades da escola. A existência de um enorme buraco, provavelmente de esgoto devido ao mau cheiro, disputava espaço entre pedestres em uma via movimentada.

• ASSINE: Receba a edição impressa do jornal O Alvoradense em casa

Moradores buscaram maneiras de isolar o local para não causar mais acidentes | Foto: Guilherme Bastos / Especial / OA
Moradores buscaram maneiras de isolar o local para não causar mais acidentes | Foto: Guilherme Bastos / Especial / OA

Conforme a comunidade, a situação se estendeu por cerca de oito meses e foram muitos os contatos realizados com a Prefeitura de Alvorada, sem solução para o problema. Além do perigo de uma queda e do odor, outra preocupação é com relação à água parada, que pode trazer problemas à saúde dos moradores da redondeza.

Guilherme Bastos, que diariamente passa pelo local, até criou a campanha #fechaoburacoprefeito, com o objetivo de pressionar e ajudar a solucionar o problema.

Fonte: O Alvoradense