Mais duas mortes por gripe A foram registradas no Rio Grande do Sul, sendo uma de H1N1 e outra de H3N2. As vítimas foram uma idosa de 92 anos, moradora de Rio Grande, no Sul do Estado, e um menino de um ano, que residia em Alvorada.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES), ambos possuíam doenças anteriores: a mulher tinha problemas cardíaco, renal e metabólico e o bebê, neurológico. Nenhum havia se imunizado com a vacina contra a doença, mas os dois chegaram a iniciar o tratamento com o antiviral Tamiflu nas primeiras 48 horas do início dos sintomas, conforme recomendado.

Agora, chega a 62 o total de mortes por gripe neste ano no Estado, das quais 51 por H1N1, nove por H3N2 e duas por influenza B. Desde janeiro, 517 gaúchos necessitaram de internação hospitalar em razão da gripe, a maior parte (326), devido ao vírus H1N1, outros 144 pelo H3N2 e 47 por influenza B.

Em Alvorada são oito os casos de H1N1 e cinco da Influenza A H3N2.

Fonte: O Alvoradense