Mulher simula dor para escapar de cárcere privado

Vítima chegou ao Hospital de Alvorada com sintomas abdominais e denunciou companheiro

760
Foto: Jonathas Costa / Arquivo / OA

Na noite de domingo (04) uma mulher com fortes dores abdominais deu entrada no Hospital de Alvorada para atendimento. Ela aproveitou a oportunidade para pedir ajuda à enfermeira, contado que estava em cárcere privado desde sexta-feira (02), sendo abusada e agredida pelo companheiro. Neste período o homem ainda ameaçou ela e seus filhos de morte, além de tirar o chip do celular;

A Brigada Militar foi chamada e o acusado, que esperava no saguão do hospital, foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e acabou preso preventivamente pelos crimes de abuso sexual, lesão sexual, ameaça e cárcere privado. Ele possuía antecedentes criminais por roubo e tráfico de drogas. Conforme informações, a mulher vai receber medida protetiva contra o acusado.