Neto Girelli tem candidatura indeferida as vésperas da eleição

Tribunal entendeu que o candidato do PTB não cumpriu a pena de 8 anos de inelegibilidade imposta em 2013

3241
Foto: Reprodução / OA

Um dia antes das eleições municipais de 2020, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS) indeferiu a candidatura a vereador de Neto Girelli (PTB), através da Lei Complementar 64/90, a “Lei da Ficha Limpa”.

Na decisão, o Tribunal entendeu que o parlamentar não cumpriu a pena de 8 anos de inelegibilidade imposta em 2013. Sendo assim, não poderia estar candidato no pleito de 2020. Apesar disso, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o nome do candidato ainda consta na urna.

O candidato Neto Girelli é condenado por apresentação de notas fiscais falsas para justificar despesas em encontros promovidos pela União dos Vereadores do RS, causando dano ao patrimônio público. Além do mais, Neto Girelli também responde a processo junto à justiça por enriquecimento ilícito. O candidato compõem a chapa do atual prefeito que concorre a reeleição Appolo (MDB).

O candidato ainda pode recorrer da decisão junto ao TSE.