Ato de assinatura da ampliação do Universidade Já ocorreu no início do mês | Foto: Camila Hermes / Especial Palácio Piratini / OA

Conquistar uma vaga na universidade vai ficar mais acessível para 70 alvoradenses de baixa renda, sejam eles estudantes ou ex-alunos de escolas públicas. O Governo do Estado ampliou no início do mês a a área de abrangência do Universidade Já RS, o Unijá, um curso de pré-vestibular gratuito do Programa de Oportunidades e Direitos (POD) da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH).
As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site do Unijá.
O curso funciona desde 2011 em Porto Alegre e Santa Maria. O resultado do projeto surpreendeu. Ao final do ano 33% e 43% dos estudantes, respectivamente, foram aprovados nas universidades federais dessas cidades no último vestibular de verão. A cada dois alunos do Unijá, um foi aprovado na Universidade Federal de Santa Maria.

Como vai funcionar

O curso tem foco nos vestibulares das universidades federais e no Enem.
Podem se inscrever pessoas de qualquer idade, que estejam cursando ou tenham cursado o Ensino Médio em escolas públicas, e que tenham baixa renda.
As inscrições estarão abertas entre 10 e 28 de setembro através do site. Não há prova: a seleção é feita considerando a comprovação de renda e o histórico escolar do candidato. O resultado será divulgado no dia 4 de outubro, e as matrículas serão realizadas no dia 8.
Em Alvorada as aulas vão acontecer no Colégio Estadual Antônio de Castro Alves (Avenida Ceará, 18, no Centro). Serão 70 vagas.

A boa notícia é que a partir do dia nove de outubro, quando começam as aulas, essa oportunidade se abre também para quem mora em Alvorada. De acordo com o secretário da Justiça e dos Direitos Humanos, Fabiano Pereira, esta é uma política inclusiva do Governo do Estado. “Muita gente fica de fora das universidades, ou trabalha de dia para pagar com dificuldades uma particular à noite, porque não tem condições de fazer um pré-vestibular e disputar de igual para igual as vagas. O Universidade Já! gera oportunidades de estudar, se formar e realizar sonhos”, afirma Fabiano.Outro destaque realizado pelo secretário é em relação à qualidade dos professores e do material didático: “São profissionais experientes e sintonizados com as matérias dos vestibulares, além dos polígrafos e material de apoio que não perdem em nada para os pré-vestibulares mais conhecidos”.

Fonte: O Alvoradense