Foto: ONG Pé de Chulé / Divulgação / OA

Apesar de terem sido recebidos pelo prefeito Arno Appolo do Amaral, os integrantes da ONG Pé de Chulé, especializada em resgate de cavalos, saíram frustrados do encontro ocorrido no último dia 13.

Nas redes sociais relataram que a reunião foi tensa, quando “o prefeito se mostrou completamente avesso e fechado às nossas propostas, por certas vezes tratando-as com desdém”.

Quando questionado sobre a sanção de uma Lei de Restrição à Tração Animal em Alvorada, ainda segundo os relatos, Appolo disse que não sancionaria e ainda acusou o grupo de não conhecer a realidade do município.

“O que não é verdade, visto que Alvorada é a cidade em que mais atuamos em toda região metropolitana (já recolhemos mais de oito cavalos lá, sem receber um centavo da Prefeitura por isso) e uma das integrantes da ONG presentes na reunião, Karen é moradora da cidade, residindo no bairro Jardim Algarve”.

A redação do jornal O Alvoradense entrou em contato com a Coordenadoria de Comunicação Social da Prefeitura de Alvorada solicitando a posição do prefeito Appolo sobre o tema, mas não houve retorno.