Material apreendido pela policia será encaminhado para perícia | Foto: Policia Civil / Divulgação / OA

A Policia Civil realizou na manhã de ontem, segunda-feira a Operação Caça Fantasma, que desarticulou uma quadrilha de estelionatários que fraudou um sistema financeiro em mais de um milhão de reais. Uma contadora com residência no Jardim Algarve foi detida acusada de envolvimento no esquema e presta depoimento hoje a tarde junto com outros suspeitos.

Todo material apreendido pelos agentes durante todo o dia de ontem, incluindo documentos e computadores serão encaminhados para a perícia nos próximos dias.

A quadrilha falsificava documentos públicos e particulares e abriam contas em bancos para obtenção de créditos que podiam chegar a 200 mil reais por operação. A prática principal era criar documentos de registro nos sistemas BIN-RENAVAN e no Detran, criando semirreboques que serviam como garantias aos bancos para obtenção de crédito.

Os Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) utilizados como garantia nos empréstimos realizados por essas empresas eram originais, mas os dados dos veículos eram falsos. Com isso a quadrilha adquira bens de alto valor, como veículos, eletrodomésticos, equipamentos de informática além de realizar inúmeras viagens.

A operação coordenada pelos delegados Ajaribe Rocha Pinto e Carlos Miguel Locks Xavier  responsáveis pela 15ª Delegacia de Policia de Porto Alegre prendeu dois homens e cumpriu 10 mandados de busca e apreensão além de sete de prisão temporária em Porto Alegre, Viamão, Alvorada e Esteio.

 

Fonte: O Alvoradense