Grupo criminoso atuava em Santa Catarina / Foto: Polícia Civil / Divulgação / OA

A Polícia Civil do Estado, em apoio à de Santa Catarina, desencadeou na madrugada desta terça-feira (20) a Operação Clínica Geral. Em Alvorada, foram cumpridos dois mandados de prisão temporária e um mandado de busca e apreensão.

Além das ações realizadas no Rio Grande do Sul, foram cumpridos mais 31 mandados de busca e apreensão e seis de prisão temporária, contra uma organização criminosa baseada, especialmente, em Balneário Rincão e Criciúma, na região sul de Santa Catarina e que atuava há cerca de três anos. As investigações realizadas pela Divisão de Roubos e Antissequestro do DEIC aconteceu em conjunto com DPs de Jaguaruna, Tubarão, Urussanga, Içara, Balneário Rincão e DIC de Criciúma.

A operação foi denominada Clínica Geral, porque o grupo praticava diferentes crimes, como explosões de caixas eletrônicos, tráfico de drogas, homicídios relacionados à disputa por territórios, além de roubos e furtos em residências e comércios.

Além das prisões dos oito investigados, foram apreendidos explosivos, um carro roubado e R$ 7.000,00 em dinheiro rasgado, provavelmente oriundo de explosões de caixas eletrônicos e que foram localizados com os presos em Alvorada.

Ao todo, 120 policiais civis dos dois estados participaram da operação, que faz parte do planejamento estratégico da especializada, com o objetivo de estreitar contato e alinhamento de trabalho com as especializadas de outros Estados. Também foi a primeira operação do helicóptero da Polícia Civil, agora baseado na região sul do Estado.

Fonte: O Alvoradense