Operação Sem Sinal no combate ao furto de celulares

310

Após um ano de investigações, a Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (17), a Operação ‘’Sem Sinal’’, de combate aos crimes de roubo e furto de aparelhos telefônicos celulares. Participam os policias da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (DPRM), PMs do 15º BPM e Agentes Prisionais da SUSEPE, totalizando 230 policiais, 55 viaturas e apoio aéreo.

Estão sendo cumpridas 43 ordens judiciais, sendo 39 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva em 12 cidades gaúchas e em três estabelecimentos prisionais. Além de Alvorada, também são alvos da ação Nova Santa Rita, Canoas, Porto Alegre, Esteio, Cachoeirinha, Viamão, Sapucaia do Sul, Gravataí, Guaíba, São Leopoldo e Tapes.

Até esta manhã foram 11 presos em flagrante por receptação e porte de arma de fogo, além de celulares fruto de roubo/furto, munição, arma de fogo e dinheiro em espécie apreendidos.

As investigações iniciaram após furto em uma loja de eletrodomésticos e eletrônicos de Nova Santa Rita, em setembro de 2019, realizado por três mulheres. Foram 17 aparelhos celulares de valor elevado.

No decorrer das investigações foi possível identificar as três participantes, que possuem antecedente específico pelo crime de furto e que seguiram na atividade, e verificar um esquema mais profundo, possivelmente responsável por outros roubos na região metropolitana e Capital: uma quadrilha especializada em furto e roubos de aparelhos celulares.

Com as diligências foi possível localizar os celulares e identificar as pessoas que tiveram acesso e utilizaram os objetos. Ainda, foi confirmado que alguns presídios recebem esses celulares e por esse motivo a SUSEPE apoia a Polícia Civil, agindo nos presídios de forma conjunta.