Foto: Caio Proença / Divulgação / OA

Alvorada está no roteiro do espetáculo “Era Uma Vez: Contos, Lendas e Cantigas” que, com dramaturgia inédita, revisita as Lendas de Nossa Senhora Aparecida e do Negrinho do Pastoreio.

O projeto da Rococó Produções Artísticas e Culturais foi aprovado no edital FAC MOVIMENTO, e vai realizar sessões em vários municípios gaúchos, seguidas de bate-papo e outras intervenções culturais como Oficinas de Teatro, Produção Cultural e Dança/Musicalização. Além de Alvorada, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas e Novo Hamburgo serão contemplados.

Para os membros da Rococó, contar a Lenda do Negrinho do Pastoreio é voltar à infância, valorizar as raízes e buscar, a partir das crianças interiores a conexão com as crianças de hoje e com aquelas que habitam os jovens e adultos.

O objetivo é abrindo espaços, de forma atraente e delicada, para trabalhar a transversalidade dos elementos das Culturas Afrodescendente e Gaúcha, além de uma reflexão sobre o bullying e as diferenças, trabalho infantil e os aspectos que auxiliam na formação da identidade.

O espetáculo é entremeado por cantigas extraídas do Cancioneiro Popular Gaúcho e especialmente compostas, executadas ao vivo acompanhadas por violão e percussão. Vale-se de recursos cênicos simples e poucos objetos, abrindo espaço para que o espectador imagine, envolvendo-se, criando imagens e estimulando lúdico em uma atmosfera de interação.

Pandemia

Ainda que a pandemia provocada pela Covid-19 pareça estar atrapalhando a programação inicial, a ideia é que o projeto seja realizado ainda no segundo semestre de 2020. “Se não for presencial provavelmente ser a realizado por meio virtual. Gerando uma nova forma de conteúdo para os municípios contemplados. Estamos torcendo que tudo se normalize e a gente possa estar de volta em contato com o público. Com responsabilidade e segurança”, garante Henrique Gonçalves

Rococó

A arte e a cultura gaúcha foram as portas de acesso para o trabalho que os artistas da Rococó Produções Artísticas e Culturais realizam ao longo de anos. Criada em 2015 pelos artistas Guilherme Ferrêra e Henrique Gonçalves, a produtora se destaca pela concepção e produção de espetáculos que mesclam diferentes linguagens artísticas, estabelecendo uma importante pesquisa em dramaturgia e linguagem cênica para o público infanto-juvenil.

As primeiras experiências e contatos com o lúdico universo das artes, foram realizadas em palcos de Centros de Tradições Gaúchas, apresentando-se em grupos de danças, cantando, sapateando, declamando versos autenticamente gaúchos, ouvindo e contando histórias, causos e lendas.  Essa é a base de identificação entre os artistas do grupo e um dos fios condutores da pesquisa que realizam juntos.

Era uma vez…

O projeto “A Visita da Fantasia” nasceu através do Fundo Municipal de Cultura de Gravataí no ano de 2015 e, com ele, o surgimento do espetáculo teatral “Era Uma Vez: Contos, Lendas e Cantigas”. Sucesso de público e crítica, o espetáculo já realizou mais de 380 apresentações, com estimativa de 90.000 espectadores, passando por todas as regiões do país, integrando a programação de importantes Mostras e Festivais de Teatro, recebendo 35 indicações e 23 prêmios ao longo desses cinco anos de trajetória.

As montagens do grupo têm como marca fundamental a fusão de diferentes artes como princípio narrativo, promovendo nos palcos o encontro do teatro com a dança, a música e a contação de histórias.

Além de Guilherme e Henrique, que assinam a direção artística e produção geral da Rococó, o grupo conta com presenças de Roger Santos na iluminação, e Alessandra Bier na Assistência de Produção e elenco que compõem o quadro fixo de artistas do Grupo.

Foto: Rodrigo Kão Rocha / Divulgação / OA