Em janeiro do ano passado os vigilantes realizaram paralisação semelhante também pelo atraso nos salários | Foto: André Ávila / Correio do Povo / OA
Em janeiro do ano passado os vigilantes realizaram paralisação semelhante também pelo atraso nos salários | Foto: André Ávila / Correio do Povo / OA

Uma paralisação dos vigilantes que atuam no posto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) da avenida Bento Gonçalves, em Porto Alegre, prejudica o atendimento ao público nesta quinta-feira (22).

Os vigilantes, que são terceirizados, reclamam que estão com os salários atrasados e sem receber vale-refeição e vale-transporte. Em protesto, os funcionários bloquearam os portões do posto e impedem que os atendimentos agendados para esta quinta sejam realizados.

Um cartaz informando sobre os reagendamentos das consultas foi fixado no portão. Novas datas serão disponibilizadas a partir desta sexta-feira, pelo telefone 135.

Além das perícias de trabalho que são realizadas no local, o atendimento aos aprovados no ProUni geram ainda mais transtornos. Isso porque o prazo para se inscrever no programa acaba nesta sexta-feira e os alunos precisam de um documento disponibilizado pelo INSS que comprava que eles não possuem trabalho.

A gerência do INSS ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Fonte: O Alvoradense