Rossetu, Dudu e Dalva foram alguns dos petistas que pediram a desfiliação | Foto: Divulgação
Rossetu, Dudu e Dalva foram alguns dos petistas que pediram a desfiliação | Foto: Divulgação

O Partido dos Trabalhadores (PT) de Alvorada recebeu pedidos de desfiliação nesta terça-feira (19). Um grupo de cerca de 30 pessoas pediu para sair do partido – sendo que algumas delas eram filiadas há mais de 20 anos, como a servidora Eva Dalva da Silva. A presidente da sigla no município, Giovana Thiago, analisa o caso como natural em uma democracia.

Dentre os novos desfiliados está o Presidente do Sindicato do Servidores Públicos Municipais de Alvorada (SIMA), Rodinei Rosseto. Além dele, há também os ex-candidatos a vereador José Renato da Silva, o Mutty, que concorreu nas eleições municipais de 1996 e 2008, e Eduardo Correa, o Dudu, que concorreu no último pleito, em 2012.

Rosseto indica seu futuro de maneira independente. Segundo ele, não é necessária a filiação partidária para fazer política. Esta escolha deve ser optada pela maioria dos desfiliados. Mutty ainda faz o alerta: “outro grupo de petistas históricos deve abandonar o partido em breve”.

Eduardo Correa afirma sair do PT por conta da gestão do prefeito professor Serginho. “Ele prometeu varrer PTB e PDT do poder, e hoje estes partidos estão ainda mais empoderados”, analisa Dudu. Giovana Thiago acredita que o processo de coligações é natural na política nacional, e não vê de forma negativa a declaração do ex-colega de PT.

“Sempre lamentamos a saída de colegas, mas isso é um processo natural na democracia”, disse Giovana. Segundo a presidente da sigla em Alvorada, ao mesmo passo que alguns pedem para sair, outros começam a se filiar.

Fonte: O Alvoradense