Os ovos de Páscoa começaram a tomar conta dos supermercados, como em todos os anos. Porém o preço já não está igual ao ano passado. O valor dos ovos teve um acréscimo de até 9%, mas apesar disso, os fabricantes estão otimistas em relação as vendas.

Esse reajuste reflete a alta dos custos de mão de obra e o aumento de cacau e leite, além da carga tributária que chega a 34% de impostos.
Algumas marcas, como Garoto e Nestlé, afirmam que, na média, seus reajustes vão acompanhar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), referência para a inflação oficial, que fechou 2011 com alta de 6,5%.

Outras empresas, no entanto, como a líder de vendas para a data, a Lacta, vão elevar os preços entre 8,5% e 9%. Na Kopenhagen, a alta varia de 5% a 7,5%.
O aumento do poder de compra da classe média deve ser o grande responsável pela alta de vendas neste ano de crise financeira.
A Cacau Show, que vende produtos para esse público, prevê aumento de 28,7%. A Chocolates Brasil Cacau estima uma alta de 28%. A expectativa da Nestlé é de um aumento de 5% nesta Páscoa.

Em Alvorada o Supermercado Oliveira afirma que houve um aumento, mas que isso não prejudicará as vendas. Já as redes de varejo apostam em linhas exclusivas para buscar clientes.

Forma caseira de economizar

Ganhar ovos de chocolate é o presente mais gostoso da Páscoa, mas, para quem tem uma família grande e muitos para presentear, esse ato de carinho pode sair além do que suporta o orçamento doméstico. Para não deixar essa data de lado e nem se endividar, a solução pode ser os ovos de chocolate caseiro, que conforme a enfermeira Lourdes Rosa, 50 anos, não tem nada de caseiro. “A única coisa caseira que tem é a mão-de-obra mesmo, porque o chocolate não”, afirma a doceira.

Há 30 anos Lourdes trabalhou na área da saúde, como enfermeira e atendente de nutrição, mas um acidente de moto a afastou do trabalho.

Casada e mãe de duas filhas, ela não pensou duas vezes em fazer um curso e aprender a fazer os doces, o que ajuda a manter a renda de casa.
Não demorou muito para Lourdes receber muitas encomendas pela vizinhança, pois os ovos confeccionados em casa oferecem preços mais acessíveis do que aqueles de marca que são encontrados em grande quantidade em supermercados e comércio.

Os ovos caseiros não ficam atrás dos que são vendidos nas redes de varejo.

“Os meus ovos são feitos de chocolate nobre, o mesmo que é feito os dos supermercados, tem recheio e possui mais de uma camada”, comenta Lourdes.
Em uma conta simples, um ovo feito em casa pode sair pela metade do preço de um encontrado nos supermercados, mas para prepará-lo em casa, é preciso material especial.

A forma apropriada do ovo, a forma de bombom, os copinhos (que mantêm o ovo em pé) e os embrulhos (papel-chumbo para o chocolate e o plástico para envolver tudo), sem contar o espaço e o tempo para o trabalho, são alguns dos exemplos.
Lourdes garante que o trabalho é grande, mas, vale a pena, existe um lucro para quem produz os ovos e também para quem compra, a economia chega a ser de 50%.

 

Fonte: Fernanda Escouto/OA