Foto: Divulgação / OA

Seguimos o especial de entrevistas com os presidentes municipais dos partidos em Alvorada. Hoje O Alvoradense entrevista Alex Martins, presidente municipal do PCdoB, partido que faz coligação com PT e PDT, em candidatura que tem Stela Farias como candidata à prefeita e Tiano Caduri vice-prefeito.

Como o atual cenário político da cidade impactou ou impacta na escolha do candidato?

Alex Martins: Em 2016, a atual gestão foi eleita em cima de propostas utópicas e em uma conjuntura difícil, naquele momento, serviu-se da atemorização da sociedade, sobre as questões de segurança, fragilizadas por políticas públicas mal implementadas pelo seu próprio partido na época em que governava o estado, somados a todo o movimento do golpe, que culminou no impeachment da presidenta Dilma.

Com isso, nós do PCdoB, sempre lutamos pela unidade das forças progressistas do município, de esquerda, movimentos sociais e sociedade organizada geral, para construirmos uma alternativa que dê ao mínimo um norte, para que se vislumbre um futuro mais promissor, pra comunidade de Alvorada.

Como está a mobilização interna do partido pela escolha do candidato? O candidato já foi escolhido? Quais os apoios (partidos) desta pré-candidatura?

Alex Martins: Embora o PCdoB tenha lançado, à época, o nome do nosso camarada Rudinei Rosseto, presidente do SIMA (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alvorada), através de muito diálogo e dentro do que viemos construindo ao logo do período, formalizamos aliança com o PT e o PDT, apoiando o nome da companheira Stela Farias e do companheiro Tiano Caduri, para prefeita e vice, respectivamente, visando ampliar forças e desenvolver um projeto político objetivo em que a comunidade como um todo seja sujeito e que participe da construção. Quanto à nominata de vereadores, o partido, embora não seja fácil, pretende lançar chapa completa para o pleito.

Qual o impacto que a mudança das datas referentes à eleição terá no processo de convenção e de campanha para seu partido?

Alex Martins: A mudança de datas não impacta muito, o problema maior, que pesa em partidos como o nosso, que não possui recursos financeiros, é a forma de campanha atípica deste ano, voltada mais para a participação virtual nas redes sociais e a dificuldade de se fazer um debate presencial, com o eleitor, em função da pandemia. Mas apesar disso, temos conseguido dialogar bem e mostrar nossas ideias ao povo, de forma criativa e inovadora, por alguns.

O partido trará um candidato com quais qualidades?  Qual é a aposta do partido com seu candidato? A preferência do partido nessa eleição será por um candidato “novo” ou um mais experiente?

Alex Martins: Como ressaltamos antes, decidimos apoiar a companheira Stela e o companheiro Tiano, pra chapa majoritária.

Acreditamos que essa unidade, entre a experiência da Stela, como sem dúvidas, ter sido a melhor administração da história de Alvorada, aliada a capacidade política, juventude e energia do Tiano, afirmamos com certeza de que Alvorada retornará a vislumbrar um grande futuro, que teremos projetos e políticas públicas de verdade e não meros paliativos eleitoreiros, como vemos hoje.

Como a pandemia vai influenciar no processo de campanha, no sentido da impossibilidade de aglomerações e contato direto com os eleitores?

Alex Martins: Os candidatos que tiverem mais condições de se aproximar dos eleitores, através de suas redes sociais, grupos de aplicativos em seus aparelhos móveis, celulares, etc, terão maiores chances. Caberá ao partido orientá-los e estes possuírem uma boa coordenação de campanha, assim os obstáculos serão superados.

Qual o impacto que o atual cenário político nacional terá em Alvorada e no que se refere ao seu partido? Seguirá a linha da política nacional?

Alex Martins: O PCdoB tem lado e sempre expôs suas opiniões, de forma clara e objetiva, não será diferente, nestas eleições.

A cada dia que passa, fica mais claro as limitações e a incapacidade do governo federal de administrar um país como o nosso, não há um projeto de nação, que se possa ver crescimento e avanço no desenvolvimento, a única preocupação deste governo é com sua popularidade e reeleição, mais nada, aliada às mentiras diárias, através de fakenews, pra manter seu público na obscuridade.

O partido tem buscado aliados para a composição de chapa para as eleições 2020? Qual o contexto que você poderia relacionar?

Alex Martins: Sim, já compomos com PT e PDT, porém, ampliarmos apoio sempre é necessário e para tanto conclamamos a todas as forças partidárias, segmentos sociais, movimentos comunitários e setores progressistas de Alvorada nos somarmos, nesta unidade, para enfrentarmos o marasmo e o descaso que virou nosso município, na administração Apollo, administração esta, que ficou três anos amorfa e agora, na reta final, vendo que perderá as eleições, de uma forma desesperada, começa a fazer alguns arremedos de obras de baixa qualidade e ações eleitoreiras.

Nosso povo não merece isso, nosso povo merece respeito, tem direito a qualidade de vida, de geração de emprego e renda, de educação de qualidade, de ser sujeito participante da vida comunitária, elegendo seus representantes e diretores de suas entidades de bairro, escolas, etc e Com Stela e Tiano, temos condições claras e certeza disso.