Foto: Arquivo Pessoal / OA

Uma família do Jardim Aparecida está mobilizada para agilizar a realização de uma cirurgia reparadora para o filho de seis anos.

Taylor Walther nasceu com encurtamento bilateral no Tendão de Aquiles, uma atrofia muscular, e, além precisar caminhar na ponta dos pés, sente dores, tendo o movimento dos pés limitado.

A mãe, Aline Walther, conta que após exames médicos e sessões de fisioterapia, foi confirmada a necessidade de uma cirurgia de alongamento de tendão.

A ideia de arrecadar dinheiro para a operação surgiu como forma de acelerar o processo de recuperação e cura.

Hoje o pequeno Taylor tem diversas dificuldades no dia a dia, até mesmo para ficar de pé.  “Ele precisa de ajuda para praticamente todas as atividades”, diz a mãe, salientando que a cada dia ele sente mais desconfortos. Agora ele também tem sentido dores nas costas, joelhos e pontas dos pés.

Maratona

A família tem passado por uma verdadeira maratona de exames e solicitações.  Em novembro, foi encaminhado pedido de cirurgia na Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Contudo o SUS, também por conta da pandemia do novo coronavírus, não tem previsão de atendimento.

Em 2019 o menino foi atendido por um ortopedista que solicitou avaliação cirúrgica com um ortopedista pediátrico, o que foi feito agosto daquele ano, contudo o médico regulador classificou como prioridade 3. Conforme a SMS, Taylor está cadastrado no sistema, aguardando atendimento. Contudo não há prazo estipulado.

Chance

Mas há a possibilidade dele realizar o procedimento ainda no final de janeiro. Para isso a família vem recorrendo à solidariedade dos amigos, familiares e até mesmo desconhecidos, com a arrecadação de dinheiro através de uma vaquinha virtual.  A meta é de R$ 8 mil e até o valor arrecadado se aproxima de R$ 3 mil.

Quem quiser ajudar pode entrar na página da vaquinha virtual ou diretamente pelo telefone (51) 992.270.322.