Um dos alvos da operação foi o líder o tráfico no Beco Natal, no bairro Nova Americana | Foto: PCRS / Divulgação / OA

A Polícia Civil desencadeou na manhã desta terça-feira (15) duas operações simultâneas contra o tráfico de drogas e o combate aos homicídios em Alvorada.

Batizadas de Exu e Presépio, as operações envolveram 250 policiais nos bairros Intersul e Nova Americana, respectivamente.

Na Nova Americana o alvo era o Beco Natal, onde só neste ano a Brigada Militar e a Polícia Civil realizaram 22 prisões. Um helicóptero também foi utilizado para auxiliar nas deligencias. Segundo o delegado André Lobo Acinet, da 3° DP e responsável pela investigação que durou seis meses, o ponto de tráfico era gerenciado por uma família.

• FOTOS: Polícia Civil cumpre 70 mandados de busca e apreensão

O líder da quadrilha foi preso nesta manhã em sua casa, assim como sua mulher e mãe. A cunhada do dono da boca, que também era alvo de mandado de prisão, foi encontrada enforcada dentro de casa. Drogas, dinheiro, um veículo e aparelhos eletrônicos foram apreendidos. A movimentação dos traficantes é estimada em R$ 10 mil por dia.

Já no bairro Intersul o objetivo era desmantelar a quadrilha responsável pelo fornecimento de drogas em toda a região. O líder do grupo era um detento que havia progredido para o regime semi-aberto havia 15 dias.

Segundo o delegado Cassiano Cabral, da 1° DP, a investigação durou três meses e ficou comprovando que o detento comandava o tráfico de dentro da prisão. Ele está foragido.

Além do tráfico, outro braço da organização criminosa era responsável por diversas execuções. As vítimas eram desafetos e devedores da facção. Dois homens responsáveis por cometer os crimes a mando do líder da quadrilha também estão foragidos. Dois carros, dinheiro, drogas, relógios e câmaras de segurança foram apreendidos.

Ao todo foram cumpridos mais de 70 mandados de busca e apreensão. Até o momento 15 pessoas foram presas.

De acordo com o diretor regional da Polícia Civil e quem coordenou a ação desta manhã, Eduardo Hartz, o objetivo de desarticular as duas operações conjuntas foi unir esforços e ampliar o impacto das prisões.

Fonte: Jonathas Costa / O Alvoradense