Cinquenta pessoas estavam no local durante a operação | Foto: PC / Divulgação / OA

A placa em frente ao prédio não levantava suspeitas. “Clube Felicidade – Associação Beneficiente (sic) Cultural de Lazer e Entretenimento”. Tirando o erro de português, nada mais chamava a atenção no número 48 da Rua João Inácio, no Bairro Sumaré.

Para a Polícia Civil, no entanto, era diferente. Há um mês agentes da 3ª Delegacia de Polícia de Alvorada investigavam o local, que era usado como bingo.

Sob a coordenação da delegada Graciela Foresti, com apoio de policiais da 1ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (DPRM), os policiais deflagraram na tarde da terça-feira a Operação Caça-níqueis 2012. Durante a ação os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão, expedido pela Justiça, com o objetivo de combater a exploração de jogos de azar.

Somente no prédio que funcionava como bingo, cerca de 50 pessoas foram identificadas. Segundo a delegada, todos estavam jogando no momento da ação dos policiais. Também foram apreendidos aproximadamente 30 CPU’s, dinheiro, mobiliários, aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos e alimentos.

Mas o bingo não era o único na mira da Polícia Civil. Em outros 11 estabelecimentos espalhados por várias regiões da cidade foram lacradas máquinas caça-níqueis, retiradas as ceduleiras e apreendidos objetos do mesmo gênero. Segundo a polícia, as operações de combate a jogos ilícitos terão continuidade em Alvorada.

Placa do lado de fora do prédio identificava local como associação “beneficiente” (sic) | Foto: Google Maps / Reprodução / OA
Placa do lado de fora do prédio identificava local como associação “beneficiente” (sic) | Foto: Google Maps / Reprodução / OA

Fonte: O Alvoradense