Ao contrário do que até então era divulgado, o relatório do Ministério Público Estadual (MP) que investiga um suposto esquema de corrupção entre oito prefeituras e agências de publicidade pode estar concentrado e apenas uma cidade: Alvorada. A informação é do jornalista André Machado.

Em seu blog ele revela que “foi justamente pelo município que a investigação da Polícia Civil começou, ainda no governo passado”. O jornalista detalha em seu texto que como o encaminhamento foi feito pela Procuradoria dos Prefeitos, há dúvidas sobre o envolvimento do prefeito João Carlos Brum (PTB) no esquema investigado. “No Ministério Público o silêncio deve permanecer até o momento da divulgação das primeiras conclusões sobre a participação de prefeitos. É certo que haverá denúncia à Quarta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. Em que volume? Não se sabe”, conclui o texto.

Informações foram divulgadas pelo jornalista André Machado | Foto: Reprodução / OA

Operação Cartola

Em julho de 2011, a chamada Operação Cartola foi deflagrada pela Polícia Civil do RS. Segundo as investigações, haveria um suposto esquema de contratação fraudulenta e superfaturamento de serviços prestados por empresas de publicidade junto a Prefeituras Municipais. As fraudes teriam desviado cerca de R$ 30 milhões dos cofres públicos, desde 2008.

As investigações iniciaram em setembro de 2010, após denúncia ao Ministério Público de Contas. O Tribunal de Justiça (TJ) aguarda que o Ministério Público se pronuncie sobre a denúncia ou o arquivamento do caso envolvendo a operação, o que deve ocorrer ainda no primeiro semestre deste ano.

Procurado pela reportagem d’O Alvoradense, o prefeito João Carlo Brum ainda não se manifestou sobre a matéria por estar em reunião na sede da Famurs.

Fonte: O Alvoradense