Batizada de Protege, operação apreendeu material que continha pornografia infantil | Foto: PFRS / Divulgação / OA
Batizada de Protege, operação apreendeu material que continha pornografia infantil | Foto: PFRS / Divulgação / OA

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Protege com o objetivo de coibir a divulgação e a produção de imagens de pornografia infantil na Região Metropolitana (RM).

Trinta policiais federais cumprem mandados de busca, dois deles em Porto Alegre, outros dois em Canoas, um em Esteio e e um em Alvorada.

Computadores e dispositivos apreendidos utilizados para cometer crimes serão submetidos à análise.

De acordo com a PF, as investigações iniciaram a partir de denúncias de provedores e de vítimas que foram expostas em sites de conteúdo adulto ou por meio de troca de e-mails. Informações indicam que houve incentivo à autoprodução de fotos e vídeos pelas próprias vítimas ou de que as imagens tenham sido captadas pelos investigados durante abusos sexuais.

Durante a operação poderá haver prisão em flagrante caso se confirme a posse de imagens de pornografia infantil envolvendo menores.

Fonte: O Alvoradense