Operação apreendeu dinheiro, armas e munição | Foto: Divulgação / Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu três pessoas na manhã desta sexta-feira (10) em uma operação desencadeada em Alvorada. Foram cumpridos 15 mandados de busca e outros três de prisão nos bairros Aparecida, Stella Maris e Nova Esperança.

Foram apreendidas cinco armas, drogas, munição e dinheiro. A Operação Ignis foi realizada para desarticular uma quadrilha suspeita de homicídio na cidade. Os três presos serão encaminhados ao Presídio Central, em Porto Alegre.

Segundo o delegado Maurício Barisson Barcelos, titular da 1ª Delegacia de Alvorada, em entrevista à Rádio Guaíba, dois dos presos têm posição de liderança na quadrilha, o terceiro, preso em flagrante, portava uma arma na hora da abordagem.

O crime que gerou a operação ocorreu no dia 3 de setembro, quando um dos membros da quadrilha que queria sair do grupo por ter se tornado pai, e o irmão dele foram baleados e queimados vivos dentro de um veículo em Alvorada, pois os demais integrantes não aceitavam a saída.

Fonte: O Alvoradense, com informações do G1 e Rádio Guaíba