Dois agentes da Polícia Civil de Alvorada foram presos no final de semana. A 2ª Vara Criminal da cidade havia decretado a prisão dois dois na sexta-feira (15). Suspeitos de extorsão, eles teriam pedido R$ 5 mil a um homem para não indiciá-lo por homicídio.

Conforme a investigação da Corregedoria-Geral da Polícia Civil (Cogepol), um intermediário teria efetuado as negociações com a vítima, suspeito de ser o responsável por um assassinato. O homem, um empreiteiro que teria ligação com os policiais e com a vítima, foi preso há duas semanas. O próprio suspeito do assassinato procurou a Cogepol para denunciar os agentes da Polícia Civil.

Ambos se apresentaram à Polícia. O primeiro se entregou ainda na noite de sexta-feira. Já o segundo se apresentou na tarde do domingo. Conforme o delegado da Cogepol, Paulo Grillo, os agentes foram encaminhados para Grupamento de Operações Especiais, no Palácio da Polícia, em Porto Alegre. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados.

Os inspetores trabalhavam na 1ª Delegacia de Alvorada, mas estavam afastados das funções desde a prisão do empreiteiro.

Fonte: O Alvoradense