Decisão foi por apenas um voto na Assembleia | Foto: Wilson Cardoso / Agência ALRS / OA

O aumento das alíquotas do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) foi aprovado na Assembleia Legislativa. A decisão foi por um voto, em 27 favoráveis e 26 contrários. Dos oito parlamentares mais votados em Alvorada, dois votaram sim na sessão desta terça-feira (22).

A proposta foi aprovada somente no último voto, que ficou sob-responsabilidade do deputado Mário Jardel. Agora a lei segue para sanção do governador José Ivo Sartori. Se aceita – que é a maior possibilidade – entra em vigor no início de 2016.

A alíquota básica do ICMS sobre de 17% para 18%. Já as alíquotas sobre energia elétrica, álcool, gasolina e telefonia fixa e móvel subirão de 25% para 30%. Diferença de taxa que coloca no Palácio Piratini a expectativa de arrecadar R$ 1,9 bilhão a mais por ano.

Dos deputados mais votados em Alvorada nas últimas eleições, os seguintes foram contrários ao aumento do ICMS: Adão Villaverde (PT), Stella Farias (PT), Edegar Pretto (PT), Luiz Augusto Lara (PTB), Maurício Dziedricki (PTB) e Pedro Ruas (PSOL). Já Mário Jardel (PSD) e Dr. Baségio (PDT) foram favoráveis. Outros que aparecem como mais votados na cidade, como a Manuela D´Ávila (PCdoB), não fizeram parte da sessão por motivos particulares.

Fonte: O Alvoradense