Porto Verde Center vai contar com atacarejo e gerar 500 novos empregos em Alvorada

Empreendimento de 10 mil metros quadrados terá área de alimentação e lazer ligadas à parte externa complexo

5596
Foto: Divulgação / OA

A rede responsável pelo Max Center inaugura na quinta-feira (10) um novo empreendimento em Alvorada, o Porto Verde Center, que contará com lojas, serviços, área de alimentação, academia ao ar livre e um atacarejo (vendas por atacado e varejo), o Jumbo, que pretende atender comerciantes locais e a população em geral com preços mais baixos. O complexo está localizado na avenida Zero Hora, em frente ao Colégio Êxito, no bairro Porto Verde.

O diretor do projeto, José DallaCua, não divulgou o valor exato do empreendimento, mas destacou que o complexo terá um modelo semelhante ao do Max Center, com diversos serviços além do atacarejo, inclusive alguns deles já presentes nesta semana de inauguração do Porto Verde Center.

 “Além do Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA), já instalado no local, da farmácia e da academia ao ar livre que inauguram junto com o mercado, no dia 15 teremos uma sorveteria e uma hamburgueria, que serão os primeiros serviços disponíveis depois da inauguração”, conta o diretor.

O diretor ainda destaca que o Porto Verde Center pretende ter uma área de alimentação que será anexada à parte externa do complexo, e terá diversas opções de restaurantes. Além de uma pizzaria que vai ocupar o segundo andar do empreendimento.

José também tem uma boa expectativa quanto à relação com os consumidores do Porto Verde e de todos os alvoradenses, e espera que a população prestigie e aproveite o empreendimento. O diretor ainda destaca que estão sendo feitos, em parceria com a prefeitura, investimentos em melhorias e paisagismo na avenida Zero Hora e na praça que fica ao lado do Porto Verde Center.

Além disso, o diretor ainda aposta nas principais novidades que o complexo promete trazer, como a precificação dos produtos totalmente digital, sem uso de etiquetas de papel e também do piso antibactericida.

“Ainda mais com a questão da pandemia a gente procura deixar sempre o ambiente mais higienizado, por isso optamos por esse piso que é autorizado pelo Ministério da Saúde, onde qualquer bactéria que cair no chão não se prolifera, ela morre”, completou José DallaCua.

O diretor ainda destaca que o imóvel onde estará o Jumbo foi adquirido há cinco anos, mas durante esse período foi avaliado qual seria o modelo ideal de negócio, pois como o terreno é próximo ao outro empreendimento da rede, o Max Center, havia um temor de que acabassem “concorrendo com nós mesmos”.

“Nós vimos que o atacarejo é um empreendimento para vender produtos mais baratos, em caixas fechadas, para comerciantes e pessoas que buscam preços mais baixos. Então decidimos a cerca de um ano atrás dar inicio às obras do atacarejo, até porque vimos que é um tipo de mercado que vem crescendo muito no interior e em Santa Catarina”, completa o diretor.

O Porto Verde Center terá uma área total de 10 mil metros quadrados, contando a área externa. O atacarejo Jumbo terá cerca de um terço da área total do empreendimento, 3,5 mil metros quadrados, e irá focar em uma iluminação natural e geração de energia solar, assim como já faz o Max Center, o outro mercado do grupo em Alvorada.