Posto da Formosa só atendeu pacientes que já estavam agendados | Foto: Mariú Delanhese / OA

A paralisação dos servidores municipais de Alvorada também recebeu o apoio dos médicos do município. Na maioria das unidades de saúde da cidade que abriram, o atendimento estava suspenso ou sendo prestado de maneira parcial devido a adesão dos profissionais.

As unidades da Maringá, Nova Americana, Americana ficaram fechadas nesta manhã.

Na Formosa, somente os agendamentos eram atendidos. Os procedimentos como curativos não são realizados há mais tempo por conta do acúmulo de lixo contaminado.

[wp-svg-icons icon=”file-4″ wrap=”b” color=”#dd9933″] Servidores voltam a ocupar prédio da prefeitura

O mesmo motivo levou os servidores do posto da Santa Clara a fecharam as portas nesta manhã. Segundo a equipe de enfermagem, os trabalhadores aderiram parcialmente ao movimento, mas como há uma interdição parcial no local por causa do acúmulo de lixo contaminado, o atendimento aos moradores acabou comprometido.

[wp-svg-icons icon=”file-4″ wrap=”b” color=”#dd9933″] Escolas permaneceram abertas, mas algumas turmas ficaram sem aulas

Na maior unidade de saúde da rede municipal, o PAM 8, as portas permaneceram abertas, mas não havia médicos nem especialistas para atender os pacientes. A adesão foi praticamente total.

[wp-svg-icons icon=”images” wrap=”b” color=”#dd9933″] Veja as imagens do dia de paralisação e protesto em Alvorada

A mobilização deve se estender ao longo da tarde e, segundo os servidores, caso o impasse permaneça, o mesmo deve ocorrer amanhã.

Fonte: O Alvoradense